Como ser um grande líder na obra

Como ser um grande líder na obra

Liderança é a capacidade de influenciar sua equipe de forma criativa e positiva com intuito de atingir um objetivo em comum. O líder é aquele que inspira seu grupo por meio do exemplo, confiança e caráter.

A liderança passou a ser uma característica relevante dentro das organizações a partir da Teoria das Relações Humanas, de George Elton Mayo (1880-1949).

No entanto, atualmente, está presente na maioria das empresas como uma característica desejável.

Se você pensa que liderança vai muito além de delegar tarefas e cumprir metas, esse artigo é para você!

O mundo dos negócios exige um líder diferente daquele dos padrões do passado, portanto, separamos dicas valiosas na sua caminhada para liderar sua equipe para o sucesso:

Contrate pessoas talentosas

Geralmente, é melhor contratar pessoas talentosas e que se adaptam facilmente do que as mais experientes.

A experiência pode se tornar irrelevante quando o colaborador aprende rápido e trabalha de forma eficiente.

Ao longo da obra, os que se tornam os melhores funcionários são aqueles que interpretam sua expectativa e sabem superá-la.

 

Planejamento é essencial

Sua visão global é essencial. O líder é o responsável pela apresentação e delimitação do foco da equipe.

Enxergar possibilidades que outras pessoas não vêem, avistar a existência não só da sua própria perspectiva, mas também na perspectiva daqueles que pretende liderar, esses são atributos primordiais.

 

Estabeleça suas expectativas

Treinamento e feedback são essenciais. O líder deve estabelecer as metas com clareza e estar presente em alguns momentos cruciais como:

  • Desenvolvimento de novos processos
  • Quando você espera resultados específicos
  • Quando algum processo enfrenta problemas

 

Senso de responsabilidade

O sucesso da equipe está diretamente ligado ao líder, quando não são alcançados os resultados, jamais culpe sua equipe!

O gestor sempre é responsável pelo fracasso, ou por falta atenção ou motivação insuficiente.

Os erros são inevitáveis e devem servir de aprendizado.

 

Conclusão

Liderança e proatividade não são dons, são hábitos. Não espere um cargo gerencial ou institucional para liderar, pratique sua liderança diariamente.

Planeje, exponha as expectativas com toda equipe, responsabilize-se pelos fracassos e aprenda com eles.

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.